PROTEÇÃO CATÓDICA

 em PROTEÇÃO CATÓDICA

Para execução de um projeto de proteção catódica, são necessários dados de campo e da estrutura a ser protegida. Estes dados são coletados através de levantamento de campo, exemplo:

  • Levantamento de resistividade do solo
  • Levantamento de potencial
  • Pesquisa de correntes de interferências.

Os resultados destes levantamentos indicarão o tipo de proteção catódica a ser utilizada, galvânica ou por corrente impressa.

Sistemas galvânicos
O sistema de proteção catódica galvânica é aquele que utiliza uma força eletromotriz, de natureza galvânica, para imprimir a corrente necessária à proteção da estrutura considerada. Esta força eletromotriz resulta da diferença de eletronegatividade entre os anodos e a estrutura que se deseja proteger. Os materiais mais utilizados como anodos galvânicos são ligas de magnésio, alumínio e zinco.

Sistemas por corrente impressa
O sistema de proteção catódica por corrente impressa é aquele que utiliza uma força eletromotriz, proveniente de uma fonte externa de corrente contínua, para imprimir a corrente necessária à proteção da estrutura considerada. Esta força eletromotriz pode provir de baterias convencionais, baterias solares, termo-geradores, conjuntos motor-gerador ou retificadores de corrente alternada.

Os retificadores constituem a fonte mais frequentemente utilizada, através dos quais retifica-se uma corrente alternada para injetá-la no circuito de proteção. Os anodos mais empregados são de titânio revestidos com óxidos nobres, grafite e ferrosilício.

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt